sábado, 30 de novembro de 2013

NOSSO LAR ... FILME COMPLETO .... VÍDEO YOU TUBE .

. .
.
.
Nosso Lar é um filme de longa metragem brasileiro, dirigido e roteirizado por Wagner de Assis, baseado na obra homônima escrita através de psicografia pelo médium Chico Xavier, sob a influência do espírito André Luiz.
.
O ator que representa André Luiz, o personagem principal da história, é Renato Prieto
.
O filme conta com alguns atores e atrizes bastante conhecidos da teledramaturgia brasileira como Othon BastosAna Rosa e Paulo Goulart, dentre outros. 
.
Tendo sido gravado durante os meses de julho, agosto e setembro de 2009 em locações no Rio de Janeiro e Brasília1 , foi lançado em 3 de setembro de 2010,2 tendo alcançado um público de 1,6 milhão de espectadores nos cinemas em 10 dias de exibição3 . E ao todo, foi visto por mais de 4 milhões de espectadores nos cinemas4 .
.
Desenhos minuciosos do mapa da cidade "Nosso Lar" assim como a arquitetura das edificações, ministérios e casas, foram criados pela médium Heigorina Cunha através de suas observações realizadas durante suas saídas do corpo (desdobramento) em março de 1979, conduzidas e orientadas pelo espírito Lucius. .
Seus desenhos foram esclarecidos e confirmados por Chico Xavier de que se tratava realmente da cidade “Nosso Lar”   e mais tarde serviram de inspiração para criar o visual arquitetônico da cidade que se vê no filme.

Sinopse

Ao despertar no Mundo Espiritual, André Luiz se depara com criaturas assustadoras e sombrias vivendo, juntamente com ele, neste lugar escuro e sombrio. Além disso, ele também se assusta por perceber que apesar de ter "morrido" ele ainda continua vivo e ainda sente fome, sede, frio e outras sensações materiais. Após um longo período de sofrimento ele é recolhido dessa zona de sofrimento e purgação de falhas do passado por espíritos do bem e é levado para a Colônia Espiritual Nosso Lar, de onde surge o nome do filme. A partir desse momento ele começa a conhecer melhor a vida no além-túmulo e a aprender lições e adquirir conhecimentos que mudarão completamente o seu modo de enxergar a vida.
Tendo então tomado consciência de que está desencarnado (morto), sente imensa vontade de voltar à Terra para visitar e rever parentes próximos de quem guarda imensa saudade. Entretanto, como narra a sinopse do site oficial do filme, isso acontece só para que ele perceba "a grande verdade - a vida continua para todos"1 .
.
FONTE=WIKPEDIA

VÍDEO dos gols : PONTE PRETA 1 X 1 SÃO PAULO . Melhores momentos .

.
. .
FICHA TÉCNICA - PONTE PRETA 1 X 1 SÃO PAULO
Local:
 Estádio Estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira, em Mogi Mirim (SP)
Data: 27 de novembro de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50
Público: 12.161 pagantes
Renda: 202.596,00 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Vera (EQU)
Assistentes: Christian Lescano (EQU) e Byron Romero (EQU)
Cartões amarelos: Diego Sacoman (Ponte Preta); Antônio Carlos, Douglas e Wellington (São Paulo)
Gols
PONTE PRETA: Leonardo, aos 42 minutos do primeiro tempo
SÃO PAULO: Luís Fabiano, aos 38 minutos do segundo tempo
PONTE PRETA: Roberto; Artur, César, Diego Sacoman e Uendel (Chiquinho); Baraka, Fernando Bob, Fellipe Bastos e Elias (Adaílton); Rildo e Leonardo (Magal)
Técnico: Jorginho
SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda (Luís Fabiano), Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Reinaldo; Maicon, Denilson (Wellington), Douglas e Paulo Henrique Ganso; Ademilson (Wellinton) e Aloísio
Técnico: Muricy Ramalho

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

VÍDEO dos gols : FLAMENGO 2 x 0 ATLÉTICO PARANAENSE....Copa do Brasil 2013....Melhores momentos.

. .
.
..
FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ 2 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 27 de novembro de 2013 (Quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Público: 68.857 pagantes
Renda: R$ 9.733.785,00
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)
Cartão Amarelo: Samir (Flamengo); Delatorre (Atlético-PR)
Cartão Vermelho: André Santo s(Flamengo) e Ciro (Atlético-PR)
Gol: FLAMENGO: Elias, aos 42 minutos e Hernane aos 49 minutos, do segundo tempo.
FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura(González), Samir, Wallace e André Santos; Amaral, Luiz Antonio, Elias(João Paulo) e Carlos Eduardo(Diego Silva); Paulinho e Hernane
Técnico: Jayme de Almeida
ATLÉTICO-PR: Weverton, Juninho(Cleberson), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Deivid, Zezinho, Paulo Baier e Felipe (Delatorre); Marcelo e Ederson(Ciro)
Técnico: Vagner Mancini

Jorge Paulo Lemann dá sete dicas para ser bem-sucedido .





SÃO PAULO – A falta de experiência e a concorrência com os profissionais influenciam no desempenho dos jovens no mercado de trabalho. Muitos não sabem como mostrar suas habilidades e os seus talentos. Em videoconferência realizada pelo site na Prática, da Fundação Estudar, Jorge Paulo Lemann, maior bilionários do país, dono de empresas como AB Inbev e Burger King, ensinou algumas lições a esses jovens de como se tornar um talento e como alcançar o sucesso. Confira:
1- Faça a diferença
Segundo o investidor, ele procura pessoas que já fizeram alguma coisa na vida mesmo que ainda seja muito jovem. Ou seja, busque fazer atividades e projetos que melhorem o seu currículo e a sua experiência profissional.
2- Brilho do olho
 “Nós gostamos de pessoas com brilho no olho, que querem fazer alguma coisa e querem ser bem-sucedidos”, afirma Lemann. A iniciativa e ambição de crescer profissionalmente são valorizadas dentro das companhias.
3- Resultados 
 “Tem gente que fala muito, fala bonito, mas não faz nada”, diz Lemann. Ou seja, entregar resultados e atingir as metas da empresa é importante para se destacar no ambiente de trabalho.
4- Grupo
Assim como na maioria das empresas, as companhias de Lemann valorizam as pessoas que sabem trabalhar em grupo e aceita diferentes opiniões. “Aquele gênio solitário pode ser um gênio, mas não funciona bem dentro da nossa cultura de empresas.”
5- Ética
 “As pessoas podem ser diferentes, vir de origens diferentes e ter maneiras diferentes de fazer as coisas, mas tem que ser ético. Se não é ético não dá para trabalhar”, explica o investidor.
6- Encontre sua vocação
 “Eu acho que a única maneira de se encontrar é fazendo, testando. Mas também não pode passar o resto da vida testando, porque você acaba chegando a nenhum lugar”, diz Lemann. A dica é fazer estágios e trabalhar em diversos setores para abrir os horizontes de novas oportunidades. Vale também investir na leitura e pesquisa sobre as áreas de interesse.
7- Intercâmbio
Apesar de não considerar essencial, Lemann, que estudou em Harvard, acredita que estudar em outros países é importante para a pessoa conhecer novas culturas e abrir os olhos e a mente.

FONTE = 

PAI NOSSO .. na voz de NANDO CORDEL

.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

LUTO e SILÊNCIO .


Em razão da partida do meu cunhado ( e irmão ) , o blog hoje não terá postagens.

O MOMENTO É SÓ DE ORAÇÃO E SAUDADES !

Faltam-me as palavras... FICA O VÍDEO DE SUA ENTREVISTA, MOMENTO FELIZ !.

sábado, 23 de novembro de 2013

DE VOLTA AO PASSADO ... PESQUISA do jornal TRIBUNA DO NORTE, realizada em 2001 , elegeu o TIME DO ABC FC de todos os tempos ( de 1915 a 2000 ) .

.







A SELEÇÃO DO SÉCULO 20 COM A CAMISA DO ABC FC. 

VEJA A RELAÇÃO e a foto (montagem) com os onze :


DE PÉ :

Hélio Show, Sabará, Edson, Alexandre Mineiro, Marinho Chagas e Maranhão

AGACHADOS :
Silva Carioca, Reinaldo, Alberi, Danilo Menezes ( O GRINGO) e Jorginho.




CONHEÇA UM POUCO A TRAJETÓRIA DE CADA JOGADOR ELEITO NA PESQUISA DO JORNAL TRIBUNA DO NORTE.


O texto é de autoria de EVERALDO LOPES.


Hélio Show - Goleiro

Jogou no ABC(76 a 78) e no América, em 1987, tendo atuado também no Ceará e Portuguesa. Um dos mais votados, teve atuações ditas fantásticas, gritava o tempo todo orientando os zagueiros. Muitos o consideravam "catimbeiro" e com visão perfeita dos lances. Foi campeão nos dois clubes do RN, repetindo a atuação no futebol cearense.
.

Sabará - Ala Direita

Veio ao ABC com um grupo numeroso, em 1972, trazido pelo treinador carioca Célio de Souza. Atuou ao lado de Tião, Danilo Menezes, Morais, Libânio e tantos outros. Era um lateral moderno, já que apoiava bastante e deixava os atacantes no porta do gol. A história do futebol potiguar ainda não fez justiça a esse bom lateral.

.
Edson - Zagueiro
O galego Edson é pernambucano, chegou numa troca por Marinho Chagas e Petinha, em 1971. Foi um dos poucos que manteve o desempenho quando os jogos passaram a ser disputados no Machadão. Conquistou a torcida alvinegra devido sua raça incomum. Muito ligado ao clube, jamais quis jogar em outra equipe. É economista.

.
Alexandre Mineiro - Zagueiro
Veio para Natal em 1983. Um zagueiro que deixou saudades na torcida, pelo porte avantajado, pela raça e espírito de liderança. É um dos heróis da excelente equipe campeã de 83, formando uma barreira quase intransponível com Joel Celestiino. Alexandre chegou pelas mãos do técnico Erandyr Pereira Montenegro ( ex-jogador do Vasco da Gama, Porto de Portugal e Ceará ).


.
Marinho Chagas - Lateral esquerdo ( ex-ídolo do FLUMINENSE e BOTAFOGO-RJ)
A argúcia de Prudêncio fez o ABC ir buscá-lo no Riachuelo em 1970. Hoje o nome dispensa apresentação, mesmo tendo jogado apenas um ano no ABC. Entrou para o time do século pelo prestígio que adquiriu anos depois. Marinho saiu para o Náutico, Fluminense e Botafogo. Foi seleção brasileira no mundial de 1974.


OBS n°1 : 
O lateral-esquerdo Nonato também foi muito bem votado ! Seria titular absoluto da seleção do ABC FC de todos os tempos se não fosse a presença de Marinho Chagas, que foi apontado o segundo melhor lateral esquerda do mundo em 1974 e um dos melhores do MUNDO DE TODOS OS TEMPOS.
.
OBS n°2 : 
Nonato também chegou à seleção brasileira que foi ao mundial de 1994, mas não fez parte da lista final ( convocados para a Copa). Teve a HONRA de fazer parte da lista dos onze melhores jogadores do Cruzeiro de todos os tempos ( pesquisa da revista PLACAR ). 
.
OBS n°3:
Em relação ao assunto de não fazer parte da lista do ABC FC de todos os tempos, Nonato (de forma bem franca) afirmou : 
"NÃO HÁ COMO UM JOGADOR GANHAR TUDO... Perdi a disputa (da lateral) para o Marinho Chagas que FOI UM DOS MELHORES JOGADORES DE TODO O MUNDO . Realmente fiquei de dentro da lista do CRUZEIRO, mas fora da lista do ABC, MESMO ASSIM ESTOU FELIZ POR TER SIDO LEMBRADO e recebido alguns votos pelos eleitores que são pessoas do mundo da bola: ex-jogadores, dirigentes e jornalistas.



.
Maranhão - Médio apoiador
É outro que veio no "pacote" trazido por Célio de Souza, em 1972, e não decepcionou, formando grande meio de campo com Danilo e Alberi. Aqui mesmo encerrou sua carreira, assumindo a direção técnica do alvinegro, decidindo depois retornar ao Rio de Janeiro. Deixou uma legião de fãs por aqui. Maranhão é cria do Vasco da Gama.

.
Danilo Menezes - Meia esquerda ( jogador Uruguaio que jogou no VASCO DA GAMA ).
Um dos mais votados, praticamente uma unanimidade entre os torcedores, Chegou ao ABC em 1972. O "gringo", que foi seleção uruguaia em 1966, jogava o fino da bola, um dos jogadores mais queridos do torcedor abecedista. Participu do time fantástico de 1973, campeão e recordista de gols. Foi ainda campeão no ABC como treinador. Jogou a Copa de 1966 pelo URUGUAI.
.

Jorginho - Meio campista
Veio de Mossoró para o ABC no começo dos anos 50. Foi um dos mais festejados jogadores que passaram pelo ABC. Jorge Tavares de Morais superou qualquer outro atleta em matéria de carinho do torcedor. Apesar da pequena estatura (1,60), o "professor" supria esse detalhe com jogadas individuais que enlouqueciam os adversários.


.
Reinaldo - Centro avante
Com a sete ou com a nove, na direita ou na esquerda, no comando do ataque, onde atuasse. Reinaldo era impetuoso , rápido, sagaz. Jogou no América e no ABC. Depois foi para o Santos, voltou para o Recife, onde foi Náutico. Contratado pelo Flamengo /RJ, participando da campanha que levou ao título mundial de clubes. Foi campeão no ABC em 76 e retornou em 1983.

.
Silva Carioca - Centro avante
Teve passagens por ABC e América, sendo artilheiro nos dois times. Silva foi dos grandes goleadores da era Machadão, tendo sua grande fase na temporada de 1983, atuando no ABC ao lado de Marinho Apolônio, os dois marcando 63 gols no Estadual. Silva passou uma temporada sem jogar por contusão. Jogou ainda no futebol cearense. É CRIA DO BOTAFOGO-RJ.




ALBERI, O MAIS VOTADO ! Fez parte dos 11 melhores jogadores do Campeonato Brasileiro de 1972. 
FAZER PARTE DOS 11 MELHORES DO ABC FC ( de 1915  a 2000 ) NÃO FOI SURPRESA. 


Alberi - meia avançado - Bola de prata/1972. 
Com 22 votos, Alberi foi quase unanimidade nessa eleição. E não é difícil explicar. 
.
Quem teve a sorte de vê-lo jogando sabe porque. Os amigos o veneravam e os inimigos o admiravam. 
.
Com a camisa 10 do ABC foi  tetracampeão (69 a 73), Bola de Prata em 72, participou de jogos memoráveis. É, sem dúvida, o maior ídolo da história do clube. 
.
O pernambucano Alberi é o campeão de votos e uma unanimidade entre os torcedores. Lembrado por várias gerações, jogou pelo menos 10 anos, a partir de 1968, defendendo o mais querido. Goleador, titular absoluto da camisa 10, único jogador, ao lado de Marinho Chagas, do futebol do RN a ganhar o troféu "Bola de Prata" da revista Placar.
.
Seleção 1972: Leão (Palmeiras), Aranha (Remo), Figueroa (Inter), Beto (Grêmio) e Marinho Chagas (Botafogo); Piazza (Cruzeiro), Ademir da Guia (Palmeiras) e Zé Roberto (Coritiba); Osni (Vitória-BA), ALBERI (ABC-RN) e Paulo César Caju (Flamengo).

.
Da lista acima ( da SELEÇÃO do campeonato Brasileiro de 1972 ) dois estão na lista de melhor de todos os tempos com a camisa do ABC FC  : Marinho Chagas e Alberi.
.
.



FONTE : ESTE TEXTO FOI PUBLICADO NO JORNAL TRIBUNA DO NORTE em fevereiro de 2001.
.
.
.
PARTE II = FOTOS DIVERSAS



OLHA AÍ O SORRISO DO SABARÁ !!!!
Lateral-direito que integrava o elenco do Atlético na vitoriosa campanha do Campeonato Mineiro de 1970, Antônio Feliciano da Costa, o Sabará, morreu em abril de 2012, na cidade de Três Pontas-MG, onde ganhava a vida como massagista.
Nascido em 26 de dezembro de 1947 na cidade de Visconde do Rio Branco-MG, Sabará iniciou sua carreira nas categorias de base do América-MG. Já como profissional, rodou por Sport-MG, Tupinambás-MG, mais uma vez América, até chegar ao Atlético-MG, em 1968.
Foram três temporadas no Galo.
FONTE: site do MILTON NEVES.


1972
Em pé: Floriano, Sabará, Edson, Domilson, Gonzaga, Maranhão
Agachados: Libânio, Edivaldo, Alberi, Danilo Menezes, Morais


Gerson e Maranhão do Vasco da Gama.
O CANHOTA de OURO Gerson ao lado de Maranhão em um duelo Flamengo x Vasco da Gama. 
FOTO = REPRODUÇÃO  do site "TARDES DO PACAEMBU". 





MARANHÃO ( foto: reprodução )

Chegou ao ABC em 1972, trazido pelo técnico Célio de Souza. 
Reeditou no RN a dupla vivida com o maestro Danilo Menezes no VASCO. 

Ao lado de Alberí, o bola de Prata naquele Brasileirão, o trio formou a
melhor meia cancha da historia do ABC, 
alcançando o TETRA/1973 e encantando a Europa na histórica excursão.


DA ESQUERDA PARA DIREITA : 
MARANHÃO, RIBAMAR CAVALCANTI e o uruguaio DANILO MENEZES 
( foto : reprodução ).




.
.(FOTO = REPRODUÇÃO)

Veja (acima) o Danilo Menezes nos tempos de 
VASCO DA GAMA.
.
Observe(abaixo) mais uma foto do DANILO defendendo o bom time do VASCO da GAMA.
.
.(FOTO = REPRODUÇÃO)




.
UMA DUPLA QUE SE RESPEITAVA : 
MARINHO CHAGAS ( Botafogo ) 
ao lado de ZICO ( Flamengo ).

A "BRUXA de NATAL", este é o apelido dado pela imprensa carioca ao MARINHO, jogador considerado o melhor lateral de todos os tempos para as torcidas de 
FLUMINENSE, 
BOTAFOGO, 
NÁUTICO 
e ABC FC.

FOTO(acima)=reprodução.
.
.
Marinho Chagas nos tempos da SELEÇÃO BRASILEIRA.
(FOTO = REPRODUÇÃO)
.
(FOTO = REPRODUÇÃO)
.

.
Na foto de capa o LENDÁRIO TONINHO GUERREIRO e o MAESTRO DANILO.
A “Revista do Esporte”, do mesmo grupo da “Revista do Rádio”, do jornalista e empresárioAnselmo Domingos, dividiu a capa do Nº 474, que circulou com data de 6 de abril de 1968, entre o meio-campista vascaíno Danilo Menezes e o goleador santista Toninho “Guerreiro”.

 Às páginas 29 e 30, a publicação semanal carioca homenageou Danilo, com um belo texto, jogando as suas qualidades para cima, sob o título “Vasco tem um novo príncipe Danilo”, em alusão a um meio-campista da década-1950, Danilo Alvim, que tinha um apelido real devido fineza com que trabalhava a bola.

 Nascido na cidade uruguaia de Rivera,  do  outro lado da rua de Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul, Danilo Menezes chegou a São Januário trazendo no currículo um título de campeão nacional e passagem pela seleção do seu país. Ficou por sete anos. Como não se creditava fotos ainda, as duas desta capa podem ser João Rodrigues ou de Hélio Brito, os nomes que constam no expediente da publicação
 
.
                                              FOTO = REPRODUÇÃO)
SILVA CARIOCA ao lado de MARINHO APOLÔNIO em 1983.






.( FOTO = REVISTA PLACAR ) 
Na imagem acima) veja os 11 melhores jogadores do BRASIL em 1972.
.


Veja o ALBERI (na foto acima) após o desembarque no AEROPORTO de NATAL. A torcida do ABC foi abraçar seu ídolo após o jogador alvinegro VENCER a DISPUTA diante grandes jogadores, dentre eles o TOSTÃO ( hoje comentarista esportivo ).



FOTO (acima) = reprodução .
.

  abc2_09FOTO(acima)=REPRODUÇÃO.
Equipe que conquistou o tetra-campeonato no dia 22/07/73/. Da esquerda para direita: em pé: 
Erivan, Sabará, Telino, Edson, Maranhão e Anchieta; agachados, Libânio, Alberi, Jorge Demolidor, Danilo Menezes e Morais. 


FOTO (acima) = reprodução.

O lateral NONATO nasceu em Mossoró/Rio Grande do Norte. 
É considerado um dos melhores jogadores do CRUZEIRO de TODOS OS TEMPOS.
Recebeu votos, mas MARINHO CHAGAS venceu a disputa para a lista dos melhores jogadores do ABC FC de todos os tempos.
.
Só perdeu para MARINHO em razão da "BRUXA DE NATAL" ter sido um dos melhores jogadores do MUNDO na ALA-esquerda.

FOTO (acima) = REPRODUÇÃO.
.
O APELIDO " A BRUXA DE NATAL "  DEVE-SE AOS CABELOS DO MARINHO, 
BEM COMO AOS GOLS FANTÁSTICOS 
QUE FAZIA NO MARACANÃ. 


VÍDEO do gol ABC FC 1 x 0 AVAÍ . Melhores momentos . BRASILEIRO 2013 .

.

ADEUS Jancarlos ! Ex-lateral de São Paulo e Cruzeiro morre em acidente de carro.

Na tarde desta sexta-feira, o carro dirigido por Jancarlos de Oliveira Barros despencou de uma ribanceira na BR-040, altura do quilômetro 60, na pista sentido Rio de Janeiro, em Itaipava, distrito de Petrópolis, próximo à entrada do bairro Catobira. O lateral de 30 anos, com passagens por renomados clubes brasileiros, chegou a ser atendido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.


Divulgação
Jancarlos em sua apresentação no Cruzeiro


O jogador, no entanto, só foi identificado na entrada da noite, quando o caso foi foi registrado na 106ª DP, em Itaipava. Familiares do jogador estão na cidade aguardando a liberação do corpo, que se encontra no pronto socorro Dr. Nelson de Sá Earp esperando transferência para o IML.

Jancarlos viajava pelo interior do Rio de Janeiro para fechar com o Duque de Caxias. Desta forma, voltaria a atuar pelo Campeonato Carioca na próxima temporada. A competição rendeu o primeiro título da carreira do jogador, ainda em 2002, um ano depois de iniciar sua carreira pelo Fluminense.

Depois de deixar as Laranjeiras, Jancarlos seguiu entre clubes de expressão no futebol brasileiro. Em 2004, passou pelo Juventude, e, no ano seguinte, se transferiu ao Atlético-PR, participando da histórica campanha da Libertadores em 2005, quando o Furacão foi vice-campeão.

Na ocasião, o time paranaense foi derrotado pelo São Paulo, justamente o clube seguinte do lateral, que assumiu a titularidade no Morumbi em 2008. Sem conseguir se firmar, passou pelo Cruzeiro em 2009, foi novamente vice-campeão da Libertadores, mas não teve sequência. Jancarlos ainda atuou por Botafogo, Bahia, Ituano, America-RJ, Volta Redonda e Rio Branco-ES, que era o seu atual clube.

FONTE = GAZETA
.